domingo, 6 de setembro de 2009

Conte a sua história ao vento


Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.

Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história
antes que ela seja varrida
na manhã seguinte pelos garis.

Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as cátedras de Paris.

Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você
não viver uma boa história pra contar."


(Pedro Bial)

3 comentários:

Maria Madalena Schuck disse...

Querida amiga, parabéns pelo belíssimo blog!Adoro vir te visitar. Já deixei meu voto com muito carinho a você!
Um grande abraço e um ótimo domingo!
Bjos.

Manu disse...

Olá Maria!

Cada um faça sua história
deixe ao mundo seu legado
objetivo: ficar na memória
provar que teve um passado

Belo poema. Bom Domingo. Beijos

Malu disse...

Agradeço a visita e o crinho de voces!

Beijos na alma...Bom Domingo!