domingo, 2 de agosto de 2009

Arco-íris



quando vejo o arco-íris
tão risonho lá nos céus
entendo a magia da vida
e sinto a presença de Deus

radiante em suas cores
e flutuando no seu bailar
mas se parece com dois amores
no encontro do doce amar

ah, arco-íris amigo!
Onde ficas escondido,
quando não esta no céu?...

é o mar o seu abrigo?...
ou porventura usas
um delicado véu?

Valquíria Cordeiro

2 comentários:

Sergio Gonçalves dos Santos disse...

lindo e encantador o teu blog, amei demais.

beijos e felicidades mil

Sérgio, beija-flor-poeta

Malu disse...

Obrigada amado poeta.
É um prazer ter voce aki.
Beijos de coração prá coração!