sábado, 20 de março de 2010

Dor de um desejo


Hoje ao abrir as páginas da vida
Você veio a minha mente
E uma mistura de alegria e dor
Em mim, conta tomou.
Revivi história de um passado
Que trouxe você de volta pro presente
Com todos os detalhes de um grande amor
Que um dia vivemos intensamente.
Parecia estar de novo a viver
Tudo que procuro esquecer
Até seu calor em meu corpo pude sentir
Cheguei a fechar os olhos
E lhe ver plenamente.
Senti tua mão tocar-me carinhosamente
E nossos corpos se abraçarem.
Ai! como vivi você
Tudo isto me fez perceber
Que este amor que insisto em esconder
É muito intenso,
É maior que minhas vontades
É maior que minhas renuncias
Que as mantenho pra te esquecer.


Ataíde Lemos

11 comentários:

reltih disse...

bella lírica, la que tiene este escrito. me gusta.
besos

Lis. disse...

Bonito poema,
deve se encaixar
bem lá no fundo
em alguma coisa
profunda.

Lis.

Cláudio J. Gontijo disse...

Volto sempre para agradecer, Maria. Obrigado por ter se juntado ao VERDE VIDA.
Com menos pressa, sentiremos a paz na beleza da existência das coisas da alma; como neste poema.
Vou me juntar, também, a vocês.

Grande abraço!

Everson Russo disse...

Muitas vezes é assim a vida,,,a gente cai no mar de lembranças...isso doi,,,as vezes não...mas vivemos sempre alimentando uma nostalgia....beijos de otimo sabado pra ti.

Rita disse...

Há a memória do amor na pele porque ele ainda impera no coraçõa.

Um beijo

Memória de Elefante disse...

Não se pode esquecer o que insiste na memória do coração.Belo poema!

Um beijo

Sonia Schmorantz disse...

Quando a ternura
parece já do seu ofício fatigada,
e o sono, a mais incerta barca,
inda demora,
quando azuis irrompem
os teus olhos
e procuram
nos meus navegação segura,
é que eu te falo das palavras
desamparadas e desertas,
pelo silêncio fascinadas.

Eugénio de Andrade

Um lindo domingo e uma semana de paz e sucesso em tudo que fizer.
Um abraço

Sônia

Lis. disse...

A idéis é fascinante,
porquanto bem quista.

Maria disse...

Amiga, hoje é o dia Mundial da Poesia, por todas essas poesias maravilhosas que nos oferece, aqui no seu “cantinho”, o meu sincero obrigado.

Bom inicio de semana
Bjs
Maria

Lídia Borges disse...

Os desígnios do amor...

Quem os explicará?

Um beijo

Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti amiga...beijos.