sábado, 6 de fevereiro de 2010

Eu te amo muito além...


Amo-te tanto e quanto e mais e tudo,
Sei, tu és o mundo do meu mundo
Vida, dias, horas, minutos e segundos
Maior que o céu e que o mar profundo.

Amo-te na fragilidade da minha emoção,
Nas voltas e reviravoltas do meu coração
No teu olhar que me acerta e desconserta
Numa canção de amor na melodia certa.

Amo-te no improvável das possibilidades
No impossível que ora se faz saudade
Brisa leve que banha minha ansiedade
Na esperança que se chama felicidade.

Amo-te mais que tudo que possa existir
Teu coração sinto bater no peito em mim
Beleza desse meu amor que não tem fim
Além da vida, no infinito dos confins.


Marisa de Medeiros

5 comentários:

Everson Russo disse...

O belo e verdadeiro amor é assim, sem tamanho e sem medidas...lindo poema,,,uma otima semana pra ti...beijos

REGGINA MOON disse...

Maria querida,

Esse poema, do início ao fim, fiel representação de um sentimento chamado Amor...

Amo-te mais que tudo que possa existir
Teu coração sinto bater no peito em mim

Tenha um ótimo Domingo e uma semana repleta de paz!

Voltarei em breve, apenas uns dias de descanso...

Reggina Moon

Beatriz Prestes disse...

Versos de um amor assim....eterno, fremente!!
Versos todos, pulsando o mais puro amor!!
Mais que lindo minha amiga
Beijo carinhoso
Bea

Valter Montani disse...

Belo texto, obrigado por compartilhar, bjs e boa semana

Adriana Paranhos Leal disse...

ESSE POEMA É UM PRESENTE DE AMOR!
BEIJOS NAS DUAS
BLOG ESTA UM LUXOOOOOOOOOO!