sábado, 27 de fevereiro de 2010

CRAVOS



Cravos brancos e rosados
coloridos e nacarados,
com muito amor perfumados
todos apaixonados,
que estou a te ofertar

Cravos por mim enfeitados
de paixão enfeitiçados
de desejo carregados
mensageiros dos carinhos
que tenho para te dar

Cravos de orvalho molhados
levam gotas cristalinas
de uma noite estrelada
em que eu apaixonada
estava em ti a pensar

Nessas gotas podes achar
os meus segredos guardados
sentimentos inconfessos,
somente a ti dedicados,
eternos no meu viver!...


Tahyane

Um comentário:

Pedro Luso disse...

Parabéns, Maria, por este teu belo poema.

Abraços,
Pedro.