terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sentimentos


Sob a alvura
Desponta a estrela,
A primeira dentre tantas
Escrevendo-te, na verdade,
Bordando nas entrelinhas
A luminária em rosa-flor,
O bolero em refrões,
Emoção!

O girassol
Aponta para o crepúsculo,
Mostrando-te em céus,
Esculpindo-te, sinceramente,
Abrindo caminhos pelas montanhas,
O divagar em ardores,
O tango em bordões,
Paixão!

Na janela
A rainha da noite
Espera-te plena e alva,
Desenhando-te, com o dom da palavra,
Ecoando sentimentos entre almas,
O Raio em sedução,
A valsa em estribilhos,
Amor!


Auber Fioravante Júnior

4 comentários:

Everson Russo disse...

Sentimentos assim, nos fazem suspirar as madrugadas, nos daõ forças pra seguir, pra lutar por um amor na penumbra da noite....beijos querida,,,aqui estou....lindo ano pra ti...paz, amor e saude...

reltih disse...

gracias por compartir esta belleza de escrito. me encantó muchoooooo.
besos

Sonia Schmorantz disse...

Uma doce e encantadora escolha!
beijos

Maria disse...

MARIA

COMO SEMPRE POST MUITO BONS..., AMEI

PASSANDO TAMBÉM PARA OFERECER COM MUITO CARINHO UM SELINHO DE OURO VIRTUAL, LÁ NO MEU CANTINHO.

:)) DOCE ABRAÇO