quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

PAQUETÁ A ILHA DA POESIA


Quiçá Paquetá não seria
uma sereia do mar,
que com seu cantar
me atraia a sonhar,
esse sonho inspirado
... da Ilha da Poesia?

Se assim foi, obrigado
Netuno deus dos mares,
obrigado a Bragi e Idun,
deuses da aprazível poesia.
Obrigado Deus Pai Criador,
ao me permitir tal serventia.

O pacto está lançado
e vassalo da lírica,
me tornei, com muito
e o mais nobre agrado.
Me intua Mãe Poesia, que
eu acato e será realizado!


Antônio Poeta

2 comentários:

reltih disse...

excelente tema. siempre un gustazo venir hasta su sitio.
un abrazo

M@ria disse...

Obrigada amigo pela sua presença.

BOM FDS..........Beijosssssss