quarta-feira, 30 de janeiro de 2013


Pelos cantos vazios
A vida me leva
Sem amores
Sem rancores ou dores
Assim...
Sem partida ou chegada
Sem meio
Sem cores
Sem sons
Sem tons
Sem estrada
Sem chão
Sem nada
Sem infinitos ou eternos
Assim....
Estagnada
Cansada
A vida me leva...


Verinha Fagundes.

2 comentários:

PORTAL ANTÔNIO POETA disse...

E é assim que ela me leva também meu dengo... Aliás, creio mesmo que é assim que ela leve a todos aqueles de alma sensível e, se se sensível, neófito também, né?
Beijos sempre e de sempre minha poetamadaamiga!
Antônio Poeta

Verinha Fagundes disse...

Obrigadaaa...sem palavras..bjs