domingo, 18 de setembro de 2011

Ecos da Alma

Os ecos da tua alma ecoam
Em melodias lúdicas
Na cadencia de um olhar enternecido
Visualizo o teu sorriso quente da paz
Emanada do teu corpo

Por um momento fugaz
Prevalece a junção de sentires
As tempestades evaporam-se
O azul cristalino brilha
Na noite iluminada

Pelas estrelas brincalhonas
As palavras deslizam dançarinas
Em frases afagadas pela ternura emergente
E nos caminhos livres de pedras aguçadas
Florescem flores campesinas

Perfumando o ar de doces brisas nocturnas
Transformando o silencio
Em acordes de violino vibráteis …
Estremecendo o tempo fugaz de nós

Só a musica permanece em elos de ligação
Da distancia mensurável das vidas
No cume da existência imortal
No azul brilhante do cosmos longínquo

(Liliana Jardim)

24 comentários:

M@ria disse...

Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer sentimentos…
Atos são pássaros engaiolados;
sentimentos são pássaros em voo.”

- Mário Quintana.

Bom Domingo prá voce! M@ria

Antônio Lídio Gomes disse...

M@ria, tenha um bom domingo.
Deixo um fraterno e afetuoso abraço e um beijo.
As imagens são um show à parte, os poemas então, nem se fala.
Esse da Liliana Jardim transcendeu.

Desnuda disse...

Bom dia querida Maria!


Um belíssimo poema " Ecos da Alma". Parabéns pela excelente escolha, amiga.

Ótimo domingo e maravilhosa semana. Beijos com carinho

Paco Sales disse...

Un poema preciosos Maria, un placer visitarte y encontrame está belleza, un abrazo

Everson Russo disse...

Um domingo cheio de carinho e uma semana de muita poesia pra ti minha amiga querida,,,beijos e beijos.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Maria! Lindo o poema da Liliana. Adorei!

Beijos e boa tarde pra ti.

Furtado.

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Ola flor, lindo poema (Liliana)!
Alma que ecoa é alma que ama!
Um beijo flor...
Uma boa semana e que ela seja produtiva!
Clube dos novos autores.
Adriana Varga.

MARILENE disse...

Não conhecia o poema e o amei. Quando comecei a leitura, senti ternura e amor. No fim, a música ecoou. E ela marca os sentimentos.

Bjs.

MAJECARMU disse...

Precioso ecos del alma de LILIANA.
Mi gratitud siempre por tu visita María y mi felicitación por la elección de poemas e imagenes,que son una delicia.
Mi abrazo grande y mi ánimo siempre.
M.Jesús

Graça Pereira disse...

A alma guarda sempre momentos preciosos do amor...
Um beijo carinhoso e uma boa semana.
Graça

ONG ALERTA disse...

Cada ato tem seu momento, beijo Lisette.

Barthes disse...

Belíssimo poema.Fiquei extasiado.
Reconfortante espaço esse teu,M@ria.
Bjosss...

RELTIH disse...

SE ESCUCHAN HERMOSOS TONOS DE ESA ALMA.
BESOS

Mery disse...

Olá,Maria.
Ecos da alma...ecoam...isso basta para apreciar esse poema magnífico.
Amei, já te sigo, mas há muito não vinha aqui, coisas da blogosfera, seguimos vários e as atualizações nem chegam ou não as vejo;
Sentimentos são pássaros em voo*
beijinhos da Mery.

Everson Russo disse...

Uma segunda feira repleta de bons acontecimentos e uma semana de muita paz e poesia...beijos e beijos.

Orvalho do Céu disse...

Olá,querida
"Prevalece a junção de sentires
As tempestades evaporam-se"...
Lindo!!!
Bjm de paz e ótima semana.

Tatiana Moreira disse...

Uma poesia assim nos faz ficar encantados!
Tenha uma semana abençoada!
Um beijo carinhoso

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela poesia...Espectacular...
Cumprimentos

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Ola M@ria, querida,

Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.
Percebi a sua alma nesses traçados.


Obs: mudei de editora, e qualquer pedido de meus livros, estão sendo aceito por email adrianavargas.ocadv@hotmail.com - sem frete
beijos,
Adriana
Clube dos Novos Autores

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo este poema da Liliana, eu adoro os seus poemas.

Beijinho com carinho
Sonhadora

BlueShell disse...

não conhecia seu blog: Muito bom, gostei e voltarei. Um bj de Portugal

Maria disse...

Lindissimo poema que toca a alma de quem lê.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Aqui - Ali - Acolá disse...

Só a musica permanece em elos de ligação
Da distancia mensurável das vidas
No cume da existência imortal
No azul brilhante do cosmos longínquo
---------------------------------
Poesia e música duas coisas que sempre se interligaram entre si.

A música com as suas melodias saídas de cérebros poéticos encantam aqueles que ao som de notas conjugadas umas nas outras fazem vibrar corações.

A poesia que numa conjugação de palavras inseridas em textos fantásticos, gera uma ansiedade de querer-mos cada vez mais ler o que ela nos oferece.

Belo poema numa escolha fantástica por quem de gosto apurado sente aquilo de bom que esta arte nos oferece.

Bjos, felicidades no novo dia.

ALBORADA disse...

Indiscutible melodía.

Hermoso, Maria.

Mi saludo fraterno