domingo, 14 de agosto de 2011

Pai,

Nos pesadelos da noite escura,
Secavas meu pranto e me carregavas;
Em desespero, eu apenas chorava...
Não via o mundo... - Meu espírito era puro!... -

Sem entender, eu estava seguro,
Sentia na pele teu suor da estrada;
Construías pra mim tua paz sonhada,
Cada tijolo teu era o meu futuro!

Sem quinhão, querias manter meu sorriso;
E a alegria triste?...De improviso? ...
E a fome e sem dinheiro no bolso!?

Hoje... Tudo foi um sonho!... E eu me agito!
O leite minguado estancou meu grito;
— Não canso de acariciar teu rosto!

Machado de Carlos

10 comentários:

EL AVE PEREGRINA disse...

Un pai e unha nai representano todo para un fillo, son os nosos cementos para posteridade.

Unha aperta.

RELTIH disse...

NO TUVE ESA SUERTE, PERO TENGO A MI MADRE.
BESOS

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: Lindo Poema de Machado Carlos, Pai é sem pai mesmo depois de partir como é o caso dos meus, partiram, mas não deixaram de estar no meu coração.
Beijos
Santa Cruz

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo este poema de Machado de Carlos, uma linda homenagem.

deixo um beijinho
Rosa

Artes e escritas disse...

Um poema forte que une o amor e a fome. Um abraço, Yayá.

Pizarro disse...

Felicidades.

Graça Pereira disse...

Maravilhoso poema!
Pai, é a rede que a vida nos deu, para fazermos todos os malabarismos!
Beijocas
Graça

Angel disse...

Percebo que no Brasil seja Dia do Pai... neste Céu, o mesmo dia celebra-se em Março...
Magnífica música que nos inspira...
Lindas palavras que me deixas... recordação de uma pessoa há muito "libertada" deste Mundo!
Que bom! Obrigada.

um anjo

LUCONI disse...

Maria este poema Pai de Machado Carlos, muito emociona, nossa quantas vezes um pai não sorri ao filho enquanto seu coração sangra, nossa muita emoção, beijos Luconi

Juju Porcino Loureiro disse...

Amei o seu blog, é lindo!!!
Como eu sou ousada, já tomei a iniciativa de te seguir... rsrsrs
Ficarei feliz com sua visita, vá lá, viu?
Beijos e fique com DEUS!