terça-feira, 25 de janeiro de 2011

SAMPA



Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas

Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos mutantes

E foste um difícil começo
Afasto o que não conheço
E quem vende outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva

Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mais possível novo quilombo de Zumbi
E os novos baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa

(Caetano Veloso)

32 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida Maria
Adorei este poema...muito lindo mesmo.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

REGGINA MOON disse...

Ninaaa....

Viva São Paulo!!!Grata pela postagem...que lindo o seu carinho!!

Um beijo....

Reggina Moon

M@ria disse...

Um Poeta, quando fala às estrelas
Elas atenciosamente escutam.
Não questionam e jamais refutam
O que o poeta tem para dizê-las.

Jenário de Fatima

Beijos & Flores! Feliz Semana!M@ria

Taty Cascada disse...

Algo sucede cuando visito tu espacio, la poesía se desliza en mis ojos y soy feliz.
Un beso María.

VOZES LITERÁRIAS disse...

Concordo plenamente com vc...

Abraços

Antonielson Sousa

Everson Russo disse...

Um dia cheio de poesia e muita paz pra ti amiga,,,beijos.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Amor esta canção, Maria. Obrigada por esta homenagem à minha cidade.


"Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, e que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito. Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a idéia da alegria"

...nem que seja só a idéia!
Ana Jácomo

Feliz Semana!
Um beijo,
Renata

Jabo disse...

Agradecido por las bonitas palabras que escribiste en sepositivosiempre.
Tienes un blog muy atractivo y el poema me ha encantado.
Un abarzo. Jabo

RELTIH disse...

TODO LO QUE USTED NOS COMPARTE ES MUY INTERESANTE, PORQUE ES DE GRANDES POETAS. SIN ANIMO DE OFENDERLE, PERO SABE? ME ENCANTARÍA LEER ALGO SUYO. ESPERO QUE MI PETICIÓN NO LA VAYA A MOLESTAR.
UN AFECTUOSO SALUDO.

Valéria Sorohan disse...

Minha linda cidade que amo de paixão, tão bem cantada e contada por muitos.

BeijooO*

MAJECARMU disse...

Precioso poema,encuentro en la ciudad,a través de sus calles...La música recorre las letras y las hace mágicas,cercanas e inolvidables.
Mi felicitación para el autor y para ti,María.
Mi abrazo grande para los dos.
M.Jesús

Mara disse...

Que lindo, Maria!
Gostei muito.
beijos,
Mara

Rosemildo Sales Furtado disse...

Bela homenagem à linda São Paulo pelos seus 457 anos. Lembrou-me a segunda viagem que fiz e que me hospedei no Hotel Cineasta, localizado exatamente na esquina da Avenida São João com Avenida Ipiranga.

Beijos,

Furtado.

Ana Gaúcha _Professora disse...

M@ria & M@ria

ver vc foi de fato importante.
retribuir a visita foi uma prova de...se bem ke nada temos a provar.

na verdade eu...eu aninha...tenho um q não sei do q ...e
fico a imaginar coisas
querendo lert coisas..
tipo...
----maria não gosta de aninha,.

ave Maria.
vai entender o coração....-dos poetas---

bjsssssssssss
caríssima.

voltarei

Sotnas disse...

Olá M@ria, desejo que tudo esteja bem contigo, sempre!
“Na dura poesia concreta das tuas esquinas”
Assim é São Paulo, mesmo na dureza de todo concreto, ela inspira e exala poesia!
Um belo poema musicado por Caetano em homenagem a esta cidade que é capaz de fazer vibrar em cada habitante desde o medo até o contentamento tranqüilo. Caminhar por suas ruas em dias úteis é como caminhar em uma selva, e nos finais de semana, nos faz sentir em um paraíso, tão tranqüila fica!
Parabéns pela postagem e pela imagem belíssima, e em p&b ficou ótima!
Desejo a você e todos ao redor iluminada e feliz existência, obrigado pelas visitas e comentários, grande abraço e até mais!

AFRICA EM POESIA disse...

Foi lindo entrar por aqui


Deixo um beijinho

E votos de boa semana.

AFRICA EM POESIA disse...

Maria

com um beijinho



Ria de Aveiro

Tão pouco te tenho cantado

Tão pouco te tenho escrito

E tu Ria...

Cheia de beleza

Cheia de canais

Com águas azuis e belas

Vais esperando que te cante

Que fale ao mundo

Da tua beleza sem fim

Dos teus barcos moliceiros

Coloridos e acolhedores

Do teu Rossio...

Da tua gente...

E da tua beleza...

Linda Ria de Aveiro.


LILI LARANJO

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de bom dia pra ti querida amiga,,,paz e poesia sempre...

REGGINA MOON disse...

Maria querida!!!

Passando para te desejar um ótimo dia e dizer que o seu Blog com esse novo visual ficou bem mais bonito e moderno....modelo 2011!! rs

Um beijo!!!

Reggina Moon

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

O povo oprimido
de nó na garganta
farrapo esquecido
que não levanta.

Amiga teu blogue está lindo, beijinhos de luz e muita paz

Machado de Carlos disse...

Já estive muitas vezes nesta esquina. Procurei o Caetano por lá. (Risos!...)

Loucopoeta disse...

.

~

Passando aqui
para sentir
o perfume
do seu encanto...

E deixar
todo meu carinho...
Num simples
e doce beijo!

Loucopoeta

~

.

Maria disse...

Que maravilha querida amiga, um poema lindo.
Tenha um excelente fim de semana
beijinhos
Maria

Nilson Barcelli disse...

Um poema que é um verdadeiro hino.
Fizeste uma excelente escolha, querida amiga.
Beijos.

Tere disse...

tem selinho... bju tere.

Beatriz Prestes disse...

De arrepiar cada verso desta canção!
MARAVILHOSO!!!
Beijo com carinho querida
Bea

ONG ALERTA disse...

Grande Sáo Paulo...beijo Lisette.

Lou Witt disse...

Passando pra deixar o meu carinho!!!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: Lindissimo Poema Caetano Veloso sempre cantou lindas canções gosto muito de o ouvir parabens pela tua escolha.
Beijos
Santa Cruz

Pérola disse...

Grande Caetano Veloso,parabéns pelo bom gosto.
Me perdoe pela demora mas eu estava viajando.
Beijo grande.

Marion Lemos disse...

Oi amiga!

Tem um selo pra você no meu blog!

http://marionentrelinhas.blogspot.com/

Abraço.

RELTIH disse...

LAS TRAVESÍAS TIENEN SUS RETOS.
BESOS