segunda-feira, 12 de julho de 2010

Metades


Tua metade crava meu coração;
A outra metade, preenche de amor.
Uma metade me pinta de cor,
A outra metade é pura ilusão.

Tua metade; momentos de dor!...
A outra metade; linda canção!
Minha metade; pura solidão,
A outra metade; um verso, uma flor...

Minha metade se rende em prosa;
Uma metade de ti é cor-de-rosa!...
As duas metades; minha noite fria!...

Tua total metade é minha musa...
A outra metade; muito obtusa!
Uma metade de ti; noite vazia!...


Machado de Carlos

22 comentários:

M@ria disse...

Não importa para onde vamos seguindo,
entre nós sempre haverá a lembrança
de um olhar, de um carinho,
e da integridade de momentos sinceros.

- Mario Quintana –

Amor e paz na sua semana...Beijos mil!

Vanuza Pantaleão disse...

Metades que buscam tão somente o momento mágico do encontro...
Paz para você também, amiga!!!

Elaine Barnes disse...

E nossas metades vão se juntando conforme a vida vai passando. Como dizia Oswaldo Montenegro né?! " Porque metade de mim é amor e a outra metade...Também."
Metade de mim hoje está borocoxô. Montão de bjs e abraços

Mara disse...

Olá amiga querida!
passando pra lhe desejar uma excelente semana e dizer qye seu "Cantinho" continua MARAVILHOSO.
Beijos...

Wanderley Elian Lima disse...

Adoro os poemas do Machado de Carlos. Parabéns por publicá-lo
Beijos

REGGINA MOON disse...

Maria,

Sempre estamos nos dividindo em duas metades, ou a procura de nossa parte perdida, mas somos únicos, e a procura está dentro de nós!

Lindo soneto...!!

Um grande beijo e ótima semana!!

*Sinto um grande orgulho e alegria por ser sua amiga, penso que nunca é demais dizer isso, as pessoas que levamos conosco no coração!

El ave peregrina disse...

María querida, a veces o corazón non ten definido o total cariño... de ahí...mitade e mitade...pero pouco a pouco esclarecerá...

Unha aperta amiga.

helia disse...

Lindo este Poema ! Gostei muito do Poema, da Foto e do blog que visitei pela 1ª vez.

Pérola disse...

Parabéns amada,Machado de Carlos é tuuuuuuudo de bom.
Quantas metades ñ estão por aí esperando outras metades para assim se tornarem inteiras ñ é?
Beijos flor.
Bela escolha.
Beijokas.

Sandra disse...

OLA AMIGA.
Venha tomar um cafezinho comigo, na curiosa. Bem quentinho te esperando e se gostar do selo das blogueiras pode trazer. É dado com muito carinho.
Muito obrigada pelas visitas.
Sandra

Sandra disse...

estou levando as suas metades para o blog sinal de liberdade.
farei os devidos créditos.
carinhosamente
sandra

٭sofia٭ disse...

hola Maria

Gosto de poesia e este poema é bonito, que alegria para desfrutar
seu blog é maravilhoso ter um bom dia, beijos

legalmente loira... disse...

maria querida,
amei metades...o adorei o machado aqui ele é uma nota musical perfeita.
bjos com carinho e muito frio...

Carlos Rímolo disse...

Minha querida amiga e poetisa!!!
Belíssima postagem. Lindo Soneto. Meus parabéns!
Beijos de luz!

POETA CIGANO - 15/07/2010

www.carlosrimolo.blogspot.com

orvalho do ceu disse...

OLÁ,
Passo pra desejar-lhe ótimo fim de semana e dizer-lhe que há um selinho especial pra vc amanhã, querida.
Fique com Deus!
Bjs

Santa Cruz disse...

Olá Maria Lindissimo é um soneto simplesmente maravilhoso. Adorei
Um Beijo
Santa Cruz

♥ Sussy* disse...

poema muito bonito, li gostei
beleza total, deixo-vos a minha saudação e um beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
amei o poema,
as metades da
nossa dualidade,
,
marés coloridas,
,
*

Crista disse...

\o/ uhuuuuuuuu \o/
ADORO quando gente importante e querida como tu,"corre"atrás de mim(pior seria correr de mim,né?...rsrsrsrsrs...)
Não te gelei porque quis...é que estou gelada que nem um picolé(deves estar sabendo do frio aqui no sul...ainda bem que não sou moradora de rua...só moradora no coração de maridão...e o safado não quer nem saber de me "agasalhar"...huaschuaschuasch...)favor não pedir para me lamber,senão tua linguinha fica grudada...heheheeeeeeee...esse é o perigo do picolé...rsrsrsrsrs...
Explicada a minha ausência????
Adoro-te,porque me fizestes sentir muito importante!
Que 10 tipos de nojo que te deu,né?
Em vez de eu dizer que te adoro pelo que tu ésssss...
Mas tu sabes que te ADORO por isso também!!!!!
Beijos com a ponta de meu narizinho gelado...
éééékkkkkkkkkaaaaaaaaaaaa...que raiva que te deu de mim,né?
Deixa pra lá...ainda te sapeco uns beijos com o calor do sol...lascou-seeeeeeeee...huaschuaschuasch...
Nem me precisas chamar de boba...sou mesmo...por TI...
\o/ uhuuuuuuuuuuuuuuu \o/

Sonhadora disse...

Minha querida Maria
Um maravilhoso poema, saído da pena de um poeta que admiro.

beijinhos
Sonhadora

Saozita disse...

Olá Maria, são sempre necessárias as duas metades para se completar o todo. Lindo poema.

Tem um bom Domingo.
Beijinhos

PS: Amiga,já coloquei o selinho do teu blogue "Amor feito Poesia", muito obrigado,pela lembrança.

JB disse...

Gostei muito dos seus poemas. Adorei este das "Metades", porque quando as metades se juntam...
Há temas aqui que também retrato nos meus poemas.
Gostei de vir aqui.

Beijinho