quinta-feira, 20 de maio de 2010

Algum dia...



Amor, não lute para sair de mim,
Para eliminar-me da tua mente.
Só eu sei o que o meu coração sente!
— Tu és o meu Sol, o meu tudo, enfim!...

Hoje, a ausência é um mal necessário...
Serei algum dia a tua salvação;
Teu nome d´ouro, no meu dicionário,
de mansinho, faz brilhar meu coração.

Teu pulso, desordenadamente,
Não se preocupa com o tempo que é vão;
Assim estarei sempre em tua mente
Seguirei teus passos na escuridão.


Machado de Carlos

16 comentários:

El Drac disse...

Linda poesia, no entanto, a ausência de um mal necessário? oque criado apenas quando somos jovens e estamos dependentes, agora que eu sou um adulto, eu garanto que você não iria fugir para uma mulher que me ofereceu seu amor. Um abraço

Mila disse...

Adorei esses versos...lembrei do meu amor: "Só eu sei o que o meu coração sente!
— Tu és o meu Sol, o meu tudo, enfim!..."
Bjs
Mila

Crista disse...

Muito gostoso te ler...essa tua sensibilidade é espetacular!!!

Glória disse...

a ausência é um mal necessário...
Sei não.

Beijos
Glória

El ave peregrina disse...

Amor, não lute para sair de mim,
Para eliminar-me da tua mente.
Só eu sei o que o meu coração sente!
— Tu és o meu Sol, o meu tudo, enfim!...

Como esquencer o amor que se leva no corazón María.

Feliz fin de semana.
Unha aperta agarimosa.

*lua* disse...

Às vezes nosso objeto de desejo e amor apenas quer sentir nosso calor ... mas não tarda e cheger um verdadeiro amor que dará em troca lenha para acender ainda mais nossa chama de amor!!!

um beijo grande e ótimo final de semana para ti, muita paz!

M@ria disse...

...Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.

Clarice Lispector

Bom Fds ... Beijos poéticos! M@ria

Valter Montani disse...

bom fim de semana, bjs


Existe algo misterioso
no silêncio de seu olhar
que talvez nunca revele
pois, a mente feminina
é um perigoso enigma
que em vão, os homens
pretendem desvendar.
Mas, para quê conhecer
esse hermético segredo?
Se nosso grande objetivo
sempre por nós perseguido
é encontrar a felicidade
realizar nossos desejos.
Então, não faz sentido
compreender essa paixão!
O que interessa é o milagre
que dá sentido nessa religião.
Ao matar a sede dos corpos
em seu ato misericordioso
vai aos poucos libertando
seus devotos sequiosos
de um enorme desprazer
e, mesmo sem entendê-las
estamos libertos e felizes
duma existência triste e vazia
sem o amor de uma mulher!

Valter Montani

Chris disse...

Querida amiga, como sempre você nos traz o bálsamo para a alma.
"Há pessoas que transformam o Sol numa simples mancha amarela mas há aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio Sol..." (Pablo Picasso)

Beijos em seu coração.

Machado de Carlos disse...

Que legal! Vc. me Postou, Obrigado de coração!

Beijos.

Memória de Elefante disse...

O tempo é vão quando se ama...

Bonito poema!

Um beijo

reltih disse...

hermosa poesía, como siempre.
un abrazo

Sônia Silvino disse...

Como sempre muito liiindo!
Bjkas, amiga!
Bom final de semana!

Vozes de Minha Alma disse...

ALQUIMIA DOS SONHOS

Na mina de meus sonhos, vou buscar inspiração
Como um caçador de pedras, vou entrando,
Vou explorando, letra a letra procurando
Pra tirar da minha idéia e da imaginação

Enterradas, em um veio, ou num grande aluvião.
E no puro estado bruto, encontrando fragmentadas.
Escavando, arrancando as palavras sufocadas,
Dentro d’alma projetando, construindo uma razão

Letra a letra, vou juntando, pra depois com as palavras
Construir algum poema, meio torto, ou bem curtinho
Nem que seja um versinho, ou que seja uma oração!

Nela encontro o Amor, a Esperança, e a Paz
Que dos sonhos fui juntando com esmero e carinho,
Pra formar este poema dentro do meu coração

Taty Cascada disse...

Siempre el amor está rondando los pasos, a cada instante, en cada respiro, no se puede luchar por apartarse de su abrazo, es imposible, sólo nos queda esperar por su retorno.
Un beso.

Sapatinho de cristal disse...

que lindo ... A ausênccia do amor em minha vida me traz a angustia...