quinta-feira, 29 de abril de 2010

QUEM SOU EU?A SAUDADE?


Sou o momento que o orvalho deixa de namorar a flor
e se torna apenas mais uma gota do rio...
As marcas dos dedos femininos
deixadas na umidade da taça de vinho vazia;
O consentimento perdido do beijo esperado;
A despedida do telefonema desejado
em que não se diz nem se ouve as palavras
Imaginadas...
A adolescência que me abandonou
deixando aqui maduro um corpo
que sabe de cor as cambalhotas
e aventuras tantas
mas que não se atreve mais aos riscos...

Mas sou também o cheiro que sua nuca deixou em minhas mãos...
Sou a esquina que dobra a rua
Que me leva ao quarto
Que me leva ao canto
Que acende o abajur
Que abre o caderno
Que cheira a mão esquerda
E escreve com a direita
Como foi bonito de se ver o momento exato
em que a lua de hoje já apareceu atrevida como nunca...


Lupi - Luciano Lopes

20 comentários:

Pensamentos da Mila disse...

Olá M@ria!
Linda poesia, nos faz recordar, imaginar ...
Perfeita!
Bjs
Mila

Vozes de Minha Alma disse...

OI M@RIA!!!
BOM DIA AMIGA!!!
É BOM SABER QUE A POETISA ESTÁ LIGADA, INSPIRADA E EM SINTONIA!
BEIJOS EM TEU CORAÇÃO, UM ABRAÇO.

Vozes de Minha Alma disse...

- As Orações


À meia-noite quando o galo canta
A Graça vem, sopra com a mão
O Poderoso, Justo te alcança
Na plenitude do teu coração

Alcança o aflito, com sua virtude
Que hoje sofre com sua aflição
Os anjos todos, nessa atitude
São portadores da divina ação

Os santos anjos zelam guardiões
Os quatro cantos que no mundo habitam
Levando a Deus as imprecações

A oração que do justo sobe
Um anjo beija e se enternece
Que sejam assim nessas orações




Inspirado no Zohar;
A oração serve a Deus
A oração da meia-noite

reltih disse...

este escrito envuelve. me gusta.
besos

Machado de Carlos disse...

Já lhe enviei este soneto? Se positivo, favor desconsiderá-lo:

Mulher Madura

Teus olhos vencem a imensidão;
muitas vezes os raios do luar
refletem nas águas do teu mar,
e, revela uma rara paixão!...

- Beijo teus pés de fada Imortal!... Tão
leve, flutuo no espaço estelar,
e, em sonho já começo a navegar
na tua pureza de eterno verão!...

Já sinto o teu aroma matinal,
latejante beijo a rosa charmosa:
- Concluo a grandeza do teu fanal!

Levarei a tua voz aonde eu for,
sem ela, sou a criança que chora!
Conto tuas letras: - São palavras de amor!

Machado de Carlos
Publicado no Recanto das Letras em

El ave peregrina disse...

Moita nostalxia nesta entrada, os recordos son lembrados un a un...o amor sempre deixa a súa aroma esquencíbel...

Un bico amiga.

Glória Müller disse...

É mesmo, Maria, a lua foi tão atrevida assim?! Ora,ora... Um dia é do caçador......... e o outro, pode ser da lua?(rs)

Beijos, minha Linnda!
GLÓRIA

Valter Montani disse...

Maria,

Sempre nos brindando com lindos escritos, obrigado, bjs

Lady disse...

Bom dia querida!
Belíssimo não?
Obrigada por nos ofertar tão belas palavras nessa manhã maravilhosa.
Beijo carinhoso
Lady

Everson Russo disse...

Somos e sempre seremos saudade nessa vida...beijos de bom dia.

Memória de Elefante disse...

Sou o momento que o orvalho deixa de namorar a flor
e se torna apenas mais uma gota do rio...
Gostei em especial deste versos!

Somos como o rio inconstantes e intermináveis em emoção...

Um beijo e agradeço a visita e belos versos em meu espaço!

Ana (Ballet de Palavras) disse...

Maria,
A poesia manifesta no seu escrito é lindíssima.
A saudade … sentimento que assola e, se aconchega no lado esquerdo do peito e, nos enovela em doces nostalgias.

Desejo-lhe um dia repleto de ternas memórias.

Ana

IT. disse...

Amada, M@aria!

Que a lua encandecente reflita em teu rosto, o doce e suave gosto do amor.

Um olhar suave, meu para vc.

Bjos

Sonhadora disse...

Minha querida Maria
como sempre boas escolhas, lindo poema.

deixo o meu beijinho.

Sonhadora

ONG ALERTA disse...

É o amor que ficou no coração, paz.
Beijo Lisette.

Lely Vehuel disse...

Al fin pude venir y digo al fin, porque tuve que terminar algo para poder pasar de visita por lo tanto aquí estoy … Que lindo lugar tienes, quiero darte las gracias por tu comentario y hacerte la devolución, diciéndote que cada vez me siento mas cómodo en tu sitio, lo disfruto plenamente… La invitación de siempre a Cuentos y Orquídeas, para recibirte con una nueva fabula haber si gusta. Te mando un fuerte abrazo, mucha luz y hasta pronto…

Valter Montani disse...

Bom fim de semana minha querida, bjs

Existe algo misterioso
no silêncio de seu olhar
que talvez nunca revele
pois, a mente feminina
é um perigoso enigma
que em vão, os homens
pretendem desvendar.
Mas, para quê conhecer
esse hermético segredo?
Se nosso grande objetivo
sempre por nós perseguido
é encontrar a felicidade
realizar nossos desejos.
Então, não faz sentido
compreender essa paixão!
O que interessa é o milagre
que dá sentido nessa religião.
Ao matar a sede dos corpos
em seu ato misericordioso
vai aos poucos libertando
seus devotos sequiosos
de um enorme desprazer
e, mesmo sem entendê-las
estamos libertos e felizes
duma existência triste e vazia
sem o amor de uma mulher!

Valter Montani

ONG ALERTA disse...

Sonhar e sentir, belo poema, paz.

Luciano Lopes(Lupi) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciano Lopes(Lupi) disse...

É SEMPRE BOM ESTAR EM ESPAÇO TÃO LINDOS...ASSIM VALE A PENA SER POETA...BJOS

LUPI