terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Caminhos opostos


Sou o destino
antes do princípio
ou depois do fim,
com cheiro de antigamente
rompendo névoas,
revestindo de couraças
a imutável eternidade

Esqueço meus passos medrosos
batendo nas asas da liberdade,
a incerteza revelada
de um tempo sem cor
da espera sem dor

Tudo é hipotético
nos dias avulsos que marcam
a casualidade transbordante
abarcando caminhos sem dores
sem acenos, até o nada!


Conceição Bentes

3 comentários:

Maria disse...

Lindo...Amei.

Tenha um, bom fim de semana


:)) Doce Carinho

reltih disse...

un cierre muy precioso. un beso

M@ria disse...

Agradecendo o carinho se a visita de vocessssssssss