quarta-feira, 4 de novembro de 2009

AMO-TE ...


Amo-te tanto
e em mim me perco
Amo-te do meu jeito
Pelo momento anseio
Em encontrar-te a sós...

E marejados
Nossos olhos se encantem
Minha alma falará por nós ...

E...
Ainda que estejas longe
E meu coração bata forte
Na ausência do querer
Sei que fatalmente
Iremos nos envolver
E emoções viver enfim
Porque na realidade
És metade de mim
Sou tão tua
És tão meu
Que mesmo distante
Aspiro o perfume teu ...


Iveti Specorte

6 comentários:

Isabel disse...

Buenas noches mi querida Maria, precioso poema con el que nos deleitas.
Me llevo la imagen de los pajaritos con tu nombre, me imagino que es el regalo que me has dicho que recoja.
Gracias por tenerme presente a la hora de compartir.
Besitos
Isabel

Sonia Schmorantz disse...

Que poema mais encantador!
beijos

Angeles disse...

Precioso.
Besos:)

Yanic disse...

Adorei o Blog perfeito, parabens Maria muito bonito mesmo, mais uma fonte para colher belos poemas rsrsr

bjs

M@ria disse...

Agradeço o carinho de todos voces.

Voltem sempreeeeee......Beijosssss

M@ria disse...

Agradeço o carinho de todos voces.

Voltem sempreeeeee......Beijosssss