sábado, 15 de agosto de 2009

Versejar Amor...


Hoje eu queria
Fazer um poema
Que tivesse a alegria
Da juventude.

Fazer versos
Com as cores do arco-íris
E o perfume das flores,
Enveredar-me
Nesses caminhos
Onde poeta e poesia
Encontram-se e deixam
Sair os sentimentos
Num lindo versejar...

Queria falar só de amores
correspondidos
amizades sinceras
e compartilhadas,
Tirar de dentro de mim
Esse coração tão magoado
Que faz sair só poemas
Tristes e machucados...
Nem que fosse só por hoje...
Ah! Hoje eu queria...

Maria Bonfá

4 comentários:

EDUARDO POISL disse...

Ninguém tem culpa
Daquilo que não fomos
Não ouve erros

Nem cálculos falhados

Sobre a estipe de papel;
Apenas não somos os calculistas
Porem os calculados

Não somos os desenhistas
Mas os desenhados
E muito menos escrevemos versos
E sim somos escritos

Ninguém é culpado de nada
Neste estranhar constante
Ao longe uma chuva fina
Molha aquilo que não fomos...

Autor: Desconhecido
Um lindo final de semana com todo carinho para você.
Abraços

Maria L. Bózoli disse...

Ke dizeres mais lindos meu amigo Eduardo.
Agradeço seu carinho.Bom Fds.
Grande beijo neste seu lindo coração!

REGGINA MOON disse...

Maria,

Hoje eu queria
Fazer um poema
Que tivesse a alegria
Da juventude.

Adoro vir aki...esse poema é lindo...bela escolha!!!

Beijos...

Reggina Moon

Maria L. Bózoli disse...

Obrigada amiga sumida.
Adoro voce e sua visita.
Bom Domingo.........Beijos!